ARTIGOS


PODEMOS AMAR SOMENTE AQUILO QUE CONHECEMOS

Existem alguns pontos em comum entre as pessoas, e pude notar isto através das mensagens que recebo dos diversos países onde tenho meus livros publicados, mudam os hábitos; as crenças; os territórios; mas as pessoas continuam sendo pessoas. Os pontos despertados nesta minha pesquisa são que as pessoas querem: ter fé em uma crença; serem amadas; serem felizes; serem saudáveis; serem razoavelmente prosperas; terem segurança; terem amigos; terem paz de espírito; terem bons relacionamentos e poderem ter esperança em um futuro melhor.

Elas sabem o que querem obter, mas poucas sabem o que se deve fazer para conseguir. O ponto comum entre pessoas que sonham e as que realizam é: elas colocam todos os fatos e ai tomam uma decisão, agem de acordo com esta decisão e não se afastam dela, amando apenas as coisas que conhecem e admirando aquelas que não conhecem.

Tem muita gente que sofre por pensar ter perdido coisas que amava, quando na verdade apenas admirava. Para poder amar alguém ou algo, precisamos conhecer muito bem esta pessoa ou este algo. Quando brigamos muito com alguém que dizemos amar, este amor é duvidoso, pois quem ama compreende; quando não fazemos muito por algo que amamos, este amor é duvidoso, pois quando amamos algo fazemos tudo por ele. O exercício para aprender amar é: conhecer, conviver, dedicar-se e desvendar os segredos daquilo que amamos.

Não se ama aquilo que não se conhece, quando isto acontece é um sentimento de admiração. Em nossa vida temos duas escolhas: amar alguém ou algo ou admirar alguém ou algo, a diferença vai refletir-se na dedicação maior que teremos naquilo que amamos e na dedicação menor que teremos naquilo que admiramos. Procure conhecer ao máximo as coisas de sua vida para que possa amar a todas.

Cesar Romão
www.cesarromao.com.br
2010 © Copyright
Registrado conforme Lei nº 9.610/98

Imprimir Comente Enviar este artigo


volta